Buscar

Força mental: você se sente culpada por deixar os filhos para ir trabalhar?

Atualizado: 20 de jul. de 2021

Saiba como desenvolver a capacidade de regular emoções e administrar pensamentos de forma realista

A culpa que domina muitas mães durante a maternidade foi o tema abordado pela colunista Jordete Braga no Portal Macetes de Mãe. Deixar os filhos para ir trabalhar é um dos motivos mais geradores de culpa, representando quase que uma espécie de tortura para muitas mulheres.


As inúmeras obrigações, atividades, compromissos e preocupações do dia-a-dia e do trabalho são permeadas e invadidas pela mistura de sentimentos, como angústia, culpa e vontade de se multiplicar para dar conta de estar em mais de um lugar ao mesmo tempo.


“Chegou o momento em que eu já não estava nem em casa e nem no trabalho, estava sim na culpa e na incerteza. Foi neste momento, prestes a jogar tudo para cima que me dei conta de que faltou algo na minha bagagem de mão rumo à nova vida, era Força Mental!”, conta Jordete.


Ela explica que a Força Mental “é o desenvolvimento daquela capacidade de você regular as emoções, administrar os pensamentos e se comportar de forma positiva, apesar das circunstâncias.”


Para desenvolver essa habilidade, Jordete afirma ser necessário prática diária. Com o equilíbrio, é possível alcançar leveza e praticidade para lidar com os problemas que surgem. Jordete faz um convite para que todos comecem a praticar hoje mesmo.


“Quando entendi e pratiquei o poder da Força Mental, me senti livre para seguir minhas escolhas, algo que parecia impossível depois que virei mamãe”, afirma. Além disso, ela destacou cinco dicas para ajudar no desenvolvimento da Força Mental:


Ser forte não significa não ter sentimentos, mas sim agir de acordo com os seus valores.

  1. Não ignore as suas emoções e, para não ceder à raiva e à culpa, desenvolva a percepção dos seus sentimentos e entenda como eles a influenciam.

  2. Peça ajuda e apoio sempre que julgar necessário, isso deixará você ainda mais forte e concentrada no que precisa focar naquele momento;

  3. Pense de forma realista e racional, não adianta tentar se impor a postura do “pensar positivo”, pois a vida não é um conto de fadas.

  4. Não se obrigue a correr atrás da felicidade. A Força Mental a ajuda a ficar mais contente com a vida de maneira real e não idealizada.

Acesse o material completo em:


https://www.macetesdemae.com/forca-mental-voce-se-sente-culpada-por-deixar-os-filhos-para-ir-trabalhar/

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo